Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO BERNARDO DO CAMPO, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Esportes, Música



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 pensamentos
 aconteceu de verdade
 Escritas Discretas
 brincando com as palavras
 desassistidas
 Camélia de Pedra
 Aislin Nahimana
 doce magia
 dama nobre
 luz de luma
 Ordisi Raluz
 do avesso
 rumorejo
 lizziepohlmann
 Vermelho Melancia
 pensamentos e acrósticos
 Saia Justa
 em branco e preto
 aliciante
 Mãe e muito mais
 Chega de Saudade
 Ohm Tressé Tudo Trançado!


 
@crosticomania


POESIA

Palavras perdidamente apaixonadas

Outrora isoladas, perdidas sem destino..

Esquecidas em pensamentos..., caladas

Subitamente o amor mostrou o caminho

Inebriadas, agora se sentindo amadas...

Andam sempre de mãos dadas



Escrito por Paulo às 14h43
[] [envie esta mensagem] [ ]



EU AMO CHOCOLATE

Essenciais à vida... os amores!

Uma cascata de emoções, momentos felizes

 

Apenas um detalhe! Mudam-se as matizes, as cores...

Magia e arte, somente cacau e leite... Deleite

O chocolate tem um pouco dos amores da vida...

 

Carinho e aconchego de mãe... Chocolate ao leite!

Harmoniosa combinação do doce com o amargo, encargo dos pais...

Outrora mais denso, agora suave... Amor dos avós

Candência, fogo... Amor adolescente... Chocolate quente!

Ouro... os amores são o nosso maior tesouro!

Luz que se traduz nos melhores momentos... Felicidade

Amor de uma vida inteira, puro, maduro... Chocolate escuro

Tantas palavras são ditas e escritas sobre o amor... Infinidade

Espelho da alma... O amor de quem ama se vê em seus olhos!



Escrito por Paulo às 19h36
[] [envie esta mensagem] [ ]



21 de março - Dia Internacional Contra a Discriminação Racial

Preconceito

Pretos, brancos, amarelos...

Raças, credos, frágeis elos

Enquanto o ébano e o marfim

Convivem lado a lado nas teclas do piano

Odio e rancor sem fim

Norteiam o coração do ser humano

Cristo pregou o amor ao semelhante

E o Homem não entendeu

Inverteu... pensando estar no semblante

Todo valor que Deus nos deu

O amor é Deus presente a todo instante




Escrito por Paulo às 20h10
[] [envie esta mensagem] [ ]



CENTENÁRIO DE VINÍCIUS DE MORAES

Neste 19/10/2013, o Poeta faria 100 anos, a seguir o seu famoso "Soneto da Fidelidade" e logo após um acróstico meu.

 

SONETO DA FIDELIDADE

Vinícius de Morais

"De tudo, meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor ( que tive ) :
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure."

 

Falo sempre "Te amo"

Idealizo que seja eterno

Diante do amor vivido...

Estamos juntos a celebrar nossas lembranças

Lume dos olhos reflete o que foi sentido...

Identidade acentua nossas semelhanças...

Desculpa nossas diferenças

Amar-te para sempre não posso jurar...

Deveras é o que desejo todos os dias sem parar...

Estarei fiel ao nosso amor enquanto perdurar



Escrito por Paulo às 18h21
[] [envie esta mensagem] [ ]



SANTA MARIA

 

Serenamente, pedimos dia após dia...

Agora e na hora da morte, rogai por nós, rogai

Neste momento de dor, rogai pelas vítimas desta tragédia

Também pedimos, intercedei ao Pai a fim de amenizar a dor destas famílias

Ampara os pais, enxuga suas lágrimas, ajuda-os na caminhada

 

Mãe de Jesus, tu sabes a dimensão deste amor e desta dor...

Afasta de todos nós o ódio e o rancor

Rogai por aqueles que agirão para que isto jamais ocorra novamente

Impeça que se morra assim, tão cedo... sem sentido!

Ante o medo e a desesperança, um pedido! Rogai por nós...

 



Escrito por Paulo às 17h45
[] [envie esta mensagem] [ ]



FILHO

Frações de dois amores

Indelével paixão...

Luz do palco destes atores

Harmonia... minha inspiração

Ouro... és meu maior tesouro!



Escrito por Paulo às 20h05
[] [envie esta mensagem] [ ]



FRIO

Lembro-me do meu tempo de garoto. Morávamos em uma cidadezinha no norte do Paraná, Arapongas. A casa era grande, de madeira, era comum este tipo de casa nesta cidade. No frio tínhamos sempre a companhia do fogão à lenha...

Fogão à lenha, casa grande...

Reunida, a família se aquece

Incandescente brasa, vermelho cintilante

Ocio e aconchego que não se esquece



Escrito por Paulo às 21h35
[] [envie esta mensagem] [ ]



ARTHUR

Amor da vida da mamãe e do papai

Reizinho do nosso lar

Ternura..., sorriso que não se apaga jamais

Hoje e sempre, havemos de te amar

Uma alegria imensa

Raia em nós com a tua presença!

Quando recebi a notícia.

Minha alma tremeu...

Não sei se foi expectativa, medo...

Talvez preocupação...

O primeiro! mesmo não sendo tão cedo.

Foi no tempo certo, uma bênção.

E agora cara! Que responsabilidade!

Quero ser um bom pai, um norte.

Sei que sempre vou amar-te.

Quero que sejas muito feliz meu filho amado.

Papai espera que esta beleza radiante.

Se reflita também em sua alma, meu querido.

Teu sorriso ilumina meu caminho mais distante.

Espero que sejas justo, honesto, reto.

Espero ser um bom exemplo, apesar dos erros...

Erros que todos nós podemos cometer.

Semearei a humildade para fazer o certo.

Pedirei sempre desculpas se não puder evitá-los.



Escrito por Paulo às 18h24
[] [envie esta mensagem] [ ]



22 de Março - Dia Internacional da Água

ÁGUA

Aonde vais? Se pudesses, a cidade, evitar...

Garota, tu és violada diariamente pelo homem

Utero da Mãe Terra não consegue mais respirar

Até quando a vida brotará do seu abdômen?



Escrito por Paulo às 22h17
[] [envie esta mensagem] [ ]



Amor e ódio

Caros leitores, estou meio afastado... mas volto em breve com novidades.

Abrigo, aconchego, felicidade

Mina de ouro, tesouro da maturidade

Oásis onde bebem os meus e os seus...

Razão maior da vida...é Deus

e

Obsessão, amor egoísta

Diamante não lapidado

Inércia do sentimento altruísta

Ocaso de quem ama e não é amado



Escrito por Paulo às 14h12
[] [envie esta mensagem] [ ]



ADEUS MICHAEL JACKSON!

Meu Deus! por que foste tão cedo!?

Idolo de multidões...

Criança, cresceu sob o signo do medo
Homem, vivia suas frustrações

Almejava ser criança eternamente

Entediado, deseja viajar à Terra do Nunca...

Levou consigo sua genialidade pra sempre!



Escrito por Paulo às 22h58
[] [envie esta mensagem] [ ]



Rosana

09 de junho é seu aniversário. Este acróstico homenageia você e sua cidade natal.

 

 

Rio de Janeiro...
O sol gosta muito de passar os dias ali

Suas areias repletas o ano inteiro
Amada, sorte minha te encontrar aqui...
Nesta metrópole distante das nossas casas

Aprendi que duas almas não se encontram pela vida por acaso

 



Escrito por Paulo às 16h43
[] [envie esta mensagem] [ ]



ACROSTICAR

Vamos acrosticar? O que é acrosticar? É escrever acrósticos.

Segue, então, algumas dicas para quem quiser iniciar esta caminhada cujo início, e só ele!, é definido previamente...

Antes de começar a escrever... 

Crie intimidade com a palavra escolhida 

Recolha todos os seus significados sem se perder

Observe as nuances, a essência escondida

Sentindo-se seguro agora sobre o seu valor...

Trace um esboço, um caminho a seguir

Inicie com inspiração, respeitando o seu leitor

Convém não banalizar o primeiro caracter...

Aproveitando esta letra pra o verbete repetir

Raciocine com concisão e poesia para uma bela obra florescer



Escrito por Paulo às 21h51
[] [envie esta mensagem] [ ]



08 de Março - Dia Internacional da Mulher

Mistério... sedução...

Utopia, por Deus, realizada

Luz, dá vida!, nascente do ribeirão

Homem forte sucumbe à sua amada!

Emanação da mais bela inspiração...

Realce, arte final da primeira criação!

 

Lá no meu outro blog: http://pensamentoscentrados.blogspot.com uma coletânea de homenagens à Mulher.



Escrito por Paulo às 20h25
[] [envie esta mensagem] [ ]



Caderno

Cara amiga, sou seu confidente

Aquela menina que rabiscava em meu papel...

Desenhava o sol amarelinho e sorridente

Está crescendo, escrevendo, agora, segredos que só eu sei

Rio com você nos momentos alegres... às vezes choro

Não sou um amigo possessivo, mas, peço a você um favor se puder...

Ontem fomos companheiros, hoje somos amigos, amanhã, não me esqueça num canto qualquer

Inspirado na música de Toquinho e Mutinho "O Caderno"

"Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabisco
Até o be-a-bá.
Em todos os desenhos
Coloridos vou estar
A casa, a montanha
Duas nuvens no céu
E um sol a sorrir no papel...

Sou eu que vou ser seu colega
Seus problemas ajudar a resolver
Te acompanhar nas provas
Bimestrais, você vai ver
Serei, de você, confidente fiel
Se seu pranto molhar meu papel...

Sou eu que vou ser seu amigo
Vou lhe dar abrigo
Se você quiser
Quando surgirem
Seus primeiros raios de mulher
A vida se abrirá
Num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel...

O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado
Se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente
O que se há de fazer...

Só peço, à você
Um favor, se puder
Não me esqueça
Num canto qualquer..."



Escrito por Paulo às 22h03
[] [envie esta mensagem] [ ]



A GRATUIDADE NAS RELAÇÕES - LUCAS 6, 27-36

...Jesus disse à multidão que O seguia:

"Amem os seus inimigos e façam o bem aos que odeiam vocês.

Desejem o bem aos que os amaldiçoam, e rezem por aquelem que caluniam vocês.

Se alguém lhe dá um tapa numa face, ofereça também a outra...

O que vocês desejam que os outros lhes façam, também vocês devem fazer a eles. Se vocês amam somente aqueles que os amam, que gratuidade é essa? Até mesmo os pecadores amam aqueles que os amam.

Se vocês fazem o bem somente àqueles que lhes fazem o bem, que gratuidade é essa? Até mesmo os pecadores fazem assim..."

Graça recebida de DEUS, seu filho, Jesus

Ressoa para sempre, sua mensagem... inspiração

A sua palavra revela nossa pequenez...

Tentamos coexistir harmoniosamente, em vão..

Utopia pensar no fim de tamanha insensatez?

Imagine, disse o poeta, não haver países...diferenças

Devemos, antes, olhar para nós mesmos e iniciarmos as mudanças

A grande mudança começa no dia-a-dia de cada cristão

DEUS deu uma essência boa a todos, sem distinção...

Então perdoa, se não pode amar ao menos tire o ódio de seu coração...

 

 

 



Escrito por Paulo às 13h56
[] [envie esta mensagem] [ ]



NATAL

Naqueles dias Tu enviaste Teu único Filho para a nossa redenção

Altíssimo, nós glorificamos Teu amor imensurável

Todos receberam igualmente a Tua dádiva... não houve exceção

Agora é hora de lembrar daquele sacrifício inestimável...

Luz divina que aquece nossos corações, que se traduz: Jesus 

 

Que este Natal seja para você e para a sua família, muito mais do que presente, festa e banquete...

Que você possa estar junto dos seus e, principalmente, de Deus.

Um Feliz Natal para todos os leitores do @crosticomania.

Espero continuar a compartilhar meus escritos com vocês no ano que vem. Um grande abraço a todos.



Escrito por Paulo às 16h54
[] [envie esta mensagem] [ ]



ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA

Estava ali parado... esperando...

Na minha frente, nenhum carro, só o sinal vermelho

Subitamente, ouvi gente gritando, buzinando

Ansioso tentei, em vão, olhar para o espelho...

Invadiu-me o medo... não enxergava, só via um branco

Outras pessoas vieram socorrer-me pois eu gritava...

 

Socorro! Estou cego! Não enxergo! Aos prantos lamentava

Obrigado! Disse ao homem que depois de guiar meu carro me roubava...

Bandido! Aproveitou-se para roubar o carro e a minha carteira

Rápido demais foi castigado, foi preso numa rua próxima desorientado...

Entrou na contra-mão, desviou-se do poste e colidiu com uma lixeira

 

A cidade estava em polvorosa... epidemia!

 

Cegos ficaram o bandido, o policial, o médico, os pobres e os abonados

Exceto a mulher do médico, apesar do contato direto, ainda via...

Gangrena da sociedade, nós, os cegos fomos então segregados, abandonados

Um de nós, a mulher do médico, fingiu-se cega para nos acompanhar

Extintas as nossas esperanças, afloravam agora, os mais primitivos instintos

Insípida rotina fazia-nos, por água, comida... sexo, lutar

Rainha dos olhos sadios, a mulher do médico, nos guiava pelo lugar e seus labirintos.

Amanheceu um dia e não havia mais guarda! Saímos então na cidade vazia a perambular...



Escrito por Paulo às 17h16
[] [envie esta mensagem] [ ]



QUARENTA E "ALGUNS"

Depois dos quarenta, parece que o tempo não passa mais... estamos sempre nos "enta"... quem chega nos enta dificilmente consegue sair deles... Apesar dos enta estou feliz e gostaria de compartilhar com vocês essa felicidade. Abraço a todos.

Que bela idade!... Meia idade?...Que maldade... A era dos "...enta"

Um dia ainda corro a maratona de Nova Iorque... aos oitenta

Ansiedade já não é mais minha companhia do dia-a-dia... serenidade

Reflexão me faz rever os reveses e as conquistas... maturidade

Estou descobrindo que a felicidade é um estado que depende de atitude

Não deve esperar um "se..." ou "quando..." o que impede de ser agora?

Tempo não pára, o tempo dispara, já passou da hora... vê se não demora...

A vida é lápis e papel em branco, peço a Deus a bênção pra escrever um tanto!



Escrito por Paulo às 13h12
[] [envie esta mensagem] [ ]



18 de junho de 2008 - Cem anos da Imigração Japonesa no Brasil

Início do século vinte...

Muitos sofriam na Terra do Sol Nascente

Iludidos, partiram numa longa jornada

Ganhar dinheiro e voltar, desejava aquela gente sofrida

Realidade avessa os aguardava nas fazendas

Apesar do trabalho duro, viam minguar as suas rendas

Cem anos passaram-se desde o primeiro navio

Agora totalmente integrados, adotaram este País como Pátria amada

Os descendentes, são, hoje, uma das matizes deste painel, Brasil!!!

 



Escrito por Paulo às 13h04
[] [envie esta mensagem] [ ]



ROSANA

Rosa rubra, radiante
Olhos verdes, esmeralda
Suave fragrância, extasiante
Amor que me respalda
Novelo de lã, chocolate com avelã
Aliança de ouro, és todo o meu tesouro



Escrito por Paulo às 14h56
[] [envie esta mensagem] [ ]



Artigo

Agora é hora de falar sobre mais uma classe de palavras: o Artigo.

 

Antes de um substantivo...
Revela precisão ou incerteza
Todo nome o tem como companheiro cativo
Indefinido ou definido: uma dúvida ou a certeza
Ganhar a vida é construir um ativo
O carro é meu ou seu, um carro é de alguém que não sei



Escrito por Paulo às 13h02
[] [envie esta mensagem] [ ]



ADJETIVO

Mais uma da série sobre as classes de palavras, agora é hora do adjetivo.

 

Azul do mar..., do céu, brilho do olhar... 

Diante de tudo! como não adjetivar?
Jeito de um ser, identidade, personalidade
Estado ou qualidade
Tamanhos e formas, cores e sabores
Intensa ou apática, a vida segue em altos e baixos

Viver sem adjetivos seria menos que o banal

Observe o paradoxo da água: sem cor, sabor ou forma mas essencial

 

 

leia também: "Analfabetismo no Brasil" http://pensamentoscentrados.blogspot.com



Escrito por Paulo às 11h53
[] [envie esta mensagem] [ ]



SUBSTANTIVO

Continuando a série sobre as classes de palavras, agora é hora do substantivo.

 

Sem nomes,  como seria o nosso dia-a-dia? 

Uma dificuldade na comunicação..., assim:
Burlesca forma de dizer o que antes se dizia...
Sabe aquela que queria dar aquilo para mim?
Tachou-me daquilo só porque eu não quis aceitar
Agora, diga-me se fiz algo de errado

Não quis nem ao menos experimentar
Também não quis comer pois já estava saciado 
Inquiriu-me, insultou-me até se fartar

Vale dizer que aquilo cheirava como se estivesse estragado

Ora; falando normal: eu nunca comi jaca após o jantar



Escrito por Paulo às 12h32
[] [envie esta mensagem] [ ]



VERBOS

Caros amigos leitores, estou iniciando hoje uma série sobre as palavras, ou melhor, sobre as classes de palavras. A palavra é a unidade da nossa língua, por meio da junção, conjunção ou conjugação delas construímos nossos escritos... A primeira classe abordada será a dos verbos.

 

Viajar, correr, rir, amar...
Estas palavras indicam ação ou estado, energia ou melancolia
Relaxar... dormir ou acordar
Banal seria a vida sem os verbos, monotonia...
Ocaso da vida... até o último instante o verbo está ao nosso lado...
Saudade... relembrar, cultivar... e continua por gerações inabalado



Escrito por Paulo às 18h41
[] [envie esta mensagem] [ ]



MULHER

(post participante da blogagem coletiva proposta pela Meire http://www.meiroca.com )

Este ano, novamente, o @crosticomania tem o prazer de homenagear as Mulheres que no próximo 08 de março comemoram seu Dia Internacional. Esta maravilha cuja receita está guardada a sete chaves por Deus. Esta receita aí, apresentada em forma de acróstico, é só uma brincadeira minha.

 

Meio quilo de razão, dez de emoção

Uma pitada de certeza, uma colher de contradição

Lágrimas a gosto; Isto posto:

Homem! Nunca bata! Pra amaciar a massa, basta carinho

Enquanto ferve... mexa devagarinho

Retire do forno com cuidado pra não estragar o pãozinho

 



Escrito por Paulo às 17h08
[] [envie esta mensagem] [ ]



SILÊNCIO

Sorriso silente... soa suave canção
Inebriante fragrância seda... sedução
Lancinante paixão não correspondida...
Escritos rasgados, o silêncio fere mais que o não
No escurinho, o insone tenta conversar baixinho com sua amada...
Cara-metade, cara de sono... ssssilêncccio! eu preciso dormir!

Imprescindível no quarto iluminado, estudante concentrado
Os sons devem sua existência ao silêncio que nos faz discernir


Escrito por Paulo às 12h10
[] [envie esta mensagem] [ ]



INUSITADO

Indios, hoje, são agroindustriais...
Não andam mais a pé não!
Usam celular, sinais de fumaça... jamais
Suas diversões são internet e televisão
Identidade não é mais a pintura na cara
Têm RG, CPF e no INSS a inscrição
Agora no Congresso já não são presença rara
Dia destes, quiçá até no Palácio do Planalto
Outro dia vi uma índia de minissaia e salto alto


Escrito por Paulo às 13h09
[] [envie esta mensagem] [ ]



Mais um aniversário!

Caros amigos, neste 02/02/2008, o @crosticomania comemora seu segundo ano "on line" espero continuar compartilhando meus escritos com vocês até quando perdurar a inspiração e o prazer de escrever desta forma organizada...Reedito então minha visão pessoal do que é ACRÓSTICO.

Andar por um caminho desconhecido

Cujo início, e só ele, já está definido

Rimas são palavras enamoradas...

Obra cujo valor só existe se compartilhada

Sonhos que só têm sentido se realizados

Tímidas mãos escrevem palavras garimpadas

Impossível deixar de escrever dessa forma organizada

Cada palavra tem sua alma, seu significado...

Objeto direto ou indireto... escrito ou falado



Escrito por Paulo às 17h42
[] [envie esta mensagem] [ ]



SÃO PAULO

25 de janeiro de 2008 - SÃO PAULO 454 anos


Sua gente vem de todo canto deste Brasil!
A
colhedora cidade... esperança de prosperidade
O
ntem... sonho quase pueril...


Primeiros imigrantes chegaram em busca da felicidade
A
gora... metrópole do trabalho, das realizações... ilusões...
U
ns chegam em busca de oportunidades...
L
aboram e prosperam além de suas pretensões...
O
utros retornam à terra natal vencidos... desiludidos



Escrito por Paulo às 13h40
[] [envie esta mensagem] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]